quarta-feira, 7 de abril de 2010

Projeto de Pesquisa-O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA NO ENSINO FUNDAMENTAL: a importância da leitura na formação de uma sociedade consciente.

“A vocês que abriram mão de momentos de convívio, que sofreram nossas ausências quando o estudo nos chama; nossos abraços de carinho e reconhecimento pelo sacrifício.
A vocês pais, filhos (as) e esposos... Dedicamos essa etapa de aprendizado”.



AGRADECIMENTO



Ao Deus Criador, nossa maior inspiração e força.






















"A leitura engrandece a alma."
Voltaire, 1829


1 INTRODUÇÃO


Durante a realização deste projeto de pesquisa buscou-se compreender e encontrar possíveis respostas para questionamentos suscitados acerca da leitura, sobretudo as dificuldades que as pessoas possuem no momento da concretização desta prática. Como ocorrem os períodos de leitura no ensino de língua portuguesa? O que uma leitura freqüente tem a promover na vida das pessoas? E quais caminhos a leitura pode conduzir o ser humano? São perguntas de muita importância na medida em que ela exige do leitor requisitos próprios, tais como saber ler e capacidade de compreensão.
O termo leitura alargou-se para as diversas áreas do conhecimento, com inúmeras vertentes. Discuti-la é apesar de complexa, fundamental, pois estabelece relações de sentido, avalia informações, infere significados, dentre outros. Dessa maneira, a leitura exerce e continua tendo função social sendo bastante comentada e estudada, além de proporcionar ao leitor reflexões sobre o seu mundo, e o mundo do texto, logo através das informações do contexto o leitor toma ciência de sua e/ou da realidade do outro, ampliando sua visão de mundo.
A leitura, portanto, ocupa um lugar muito importante na educação de forma lúdica e investigante, o assunto desta pesquisa visa compreender as causas que determinam as dificuldades do educando no momento do ato de ler. Ler é essencial, pois impõe ao espírito pensamentos que levam o leitor a adquirir uma visão critica sobre variados assuntos possibilitando a aquisição e ampliação dos conhecimentos.
Partindo desse pressuposto, é pertinente ressaltar que a leitura, além de trazer em si informações, torna possível a interação do individuo com o texto e, conseqüentemente, com a sociedade, podendo possivelmente pré-determinar (ou mesmo determinar) seus objetivos e constatar suas ideologias. Ler, portanto, significa compreender a mensagem que um determinado autor busca transmitir e para o leitor conseguir êxito, é preciso que ele tenha conhecimentos prévios acerca da temática abordada, uma vez que é a partir da leitura de mundo que conseguimos retirar a essência dos variados textos.
Os livros são como as pessoas, às vezes complicados, assustadores e por vezes intrigantes, mas partilham sentimentos, interesses e pensamentos. Eles transportam os leitores para outros lugares, outras culturas e os fazem sonhar, permitindo-os assim, modificar sua própria realidade. Neste sentido, indicaremos neste uma possível solução no intuito de amenizar a resistência encontrada nas pessoas quando se trata de ler e compreender a língua escrita.

1.1 Delimitações do tema
Mediante ao que será explanado no decorrer deste projeto é pertinente ressaltar que o objeto de estudo é a leitura, sobretudo ao que diz respeito às dificuldades encontradas pelos alunos da 5ª serie (do 6º ano), no momento de realizar atividades que requerem o ato de ler. A maioria destes discentes garante apenas a decodificação dos signos, porém, não conseguem interpretar o que há de essencial na obra de um artista, poeta e/ou escritor? Esta é uma de nossas indagações.
1.2 OBJETIVOS
Objetivo Geral
Demonstrar através de subsídios teóricos a importância da pratica social da leitura, bem como discutir os possíveis fatores que contribuem para que os alunos da 5ª série do ensino fundamental cheguem a este nível escolar ainda tendo dificuldades nesta área de conhecimento.
Objetivos Específicos
• Discutir sobre os possíveis fatores que contribuem para a existência da problemática em questão, bem como estudar estratégias no intuito de solucioná-la.
• Elucidar que a leitura pode ser vista e utilizada como fonte de prazer e entretenimento.
• Demonstrar a importância da pratica da leitura na ampliação dos conhecimentos e visões de mundo.
• Citar estratégias de leitura objetivando contribuir pra melhoria desta prática.


1.3 JUSTIFICATIVA
Desenvolveu-se este projeto visando contribuir com a ampliação de saberes no campo da leitura, utilizando como base de estudos um material teórico que possibilite aos futuros e atuais docentes um melhor desempenho na aplicação de atividades voltadas para a leitura detectando, assim, as dificuldades encontradas pelos alunos, mediantes estas apontarem possíveis soluções, contribuindo para o progresso e desenvolvimento cognitivo desses discentes.
A escola tem interpretado a tarefa de ensinar a ler de um modo mecânico e a maioria dos professores de língua e literatura estão despreparados para exercer sua função com eficiência. Esta pesquisa permitirá a realização de uma minuciosa reflexão acerca da temática, possibilitando a aquisição de uma ampla bagagem de conhecimentos, os quais poderão ser postos em prática em sala de aula visando tornar os momentos de leituras mais prazerosas e eficazes. Para a formação do estudante letras e de grande importância pesquisar e discutir esse tema, pois este visa estabelecer estratégias para um melhor aproveitamento das aulas de Língua Portuguesa, demonstrando que é possível desenvolver aulas de leitura constantes, proveitosas e interdiciplinadas com literatura, gramática e escrita, pois ambas estão intimamente ligadas.

1.4 Formulação do problema

A dificuldade em realizar a leitura é tida como um dos maiores obstáculos enfrentados pelos alunos. Preocupados com essa questão, vários educadores estão em busca de o melhor caminho a seguir, contribuindo para um melhor desenvolvimento da leitura. Contudo, o que leva tantos discentes de diferentes meios a conviverem com as mesmas dificuldades? O professor tem alguma participação no que diz respeito ao desinteresse dos alunos? A metodologia abordada nos planos de aula de leitura deve ser modificada? São as nossas principais indagações.


2 A IMPORTÂNCIA DA LEITURA NA FORMAÇÃO DE UMA SOCIEDADE CONSCIENTE


A cada dia o homem vem sentindo a necessidade de buscar inúmeras maneiras de se relacionar com os demais através da comunicação, seja ela de forma sonora, gestuais e/ou escrita e estas vêm se aperfeiçoando com o tempo, sobrevivendo a tantas imposições de regras. Com a leitura não ocorre diferente, uma vez que ela é muito mais que uma simples decodificação de signos, mantendo pois, interação com o leitor desde que este busque interpretar e compreender o conteúdo que o texto traz através dos elementos gráficos.
Contudo, no diz refere às aulas de língua portuguesa nos Parâmetros Curriculares citaremos possíveis motivos que levaram os alunos de 5ª série a possuir dificuldades perante as aulas de leituras, diante desta problemática é plausível salientar que a maioria dos docentes considera perda de tempo trabalhar leitura na sala de aula e que este ato comprometeria a concretização dos conteúdos listados para o ano letivo.
Os discentes pertencentes a este nível escolar, por sua vez, encontram delimitados para a realização das atividades de leituras, alguns porque não adquiriram o hábito de leitura desde a infância, outros por estarem acostumados a ler somente quando são cobrados a desenvolver atividades avaliativas, existem ainda aqueles que não dispõem de incentivos por parte de seus familiares e de alguns professores que não tem espírito de inovação para desenvolver aulas atrativas.
A leitura faz parte da vida das pessoas desde os primeiros anos, mesmo não dominando a significação das palavras as crianças estão inseridas neste mundo mágico, elas realizam a leitura de imagens, gestos, correspondendo-os a possíveis mensagens tendo assim, uma participação ativa na comunicação social. Logo, para desenvolver esta prática é necessária a compreensão das diversas funções sociais as quais a leitura proporciona, é indispensável, sobretudo que este processo seja trabalhado através de situações agradáveis, dessa maneira o leitor obterá autonomia para selecionar a analisar suas leituras.
A educação formal possui um papel significativo na preparação do individuo para o mercado de trabalho, o qual está a cada dia mais competitivo e exigente. Conforme estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional no artigo 1º § 2º, “A educação deve vincular-se ao mundo do trabalho e da prática social”. Entretanto, a língua portuguesa tem demonstrado que seu uso de forma padrão vem transformando os diferentes níveis de comunicação e expressão, visando à ampliação, a adequação dos saberes, sejam eles de forma individual ou discursiva.
Segundo Paulo Freire (1993, p. 11), A leitura do mundo precede a leitura da palavra, que a posterior leitura desta não possa prescindir da continuidade da leitura daquele. Na medida em que leitura de mundo está estreitamente ligada à leitura de textos, porém, antes de realizar a leitura destes é necessário já ter desenvolvido leituras de mundo que alias correspondem a um processo continuo. A prática da leitura permite a ampliação dos conhecimentos, sobretudo quando concretizada de forma ampla e inovadora.
Neste contexto, Irandé Antunes (2003, p. 66), A leitura é parte da interação verbal enquanto implica a participação cooperativa do leitor na interpretação e na reconstrução do sentido e das intenções pretendidas pelo autor. Dessa forma ela esclarece que a leitura mantém relações extremamente relevantes com a escrita, dessa forma o leitor precisa se colocar na posição do autor e descobrir o seu verdadeiro propósito. Assim a leitura deixara de ser apenas uma decodificação de signos, mas também um meio do individuo adquirir informações e conseqüentemente ampliar os saberes interagindo com o meio e participando da realidade do outro.
De acordo com as concepções de Kleiman (2004, p. 27), Na aula de leitura em estágios iniciais o professor serve como mediador entre aluno e autor. Nessa mediação ele pode fornecer modelos de estratégias especificas de leitura. Uma vez que nos processos iniciais de leitura o aluno necessita da interferência de uma pessoa capacitada, está deve demonstrar ao discente diversas possibilidades de ler um texto, fazendo uso de recursos como a linguagem verbal e a não verbal. Para que dessa maneira o aluno venha se familiarizar com o material oferecido ocorrendo assim a interação entre o leitor e o objeto; além do mais possibilitar que o educando compreenda melhor o texto, assim o educador alcança os objetivos almejados, logo, ambos estarão construindo um conhecimento inovador.
Para Irandé (2003, p. 77), a leitura envolve diferentes processos e estratégias de realização na dependência de diferentes condições do texto lido e das funções pretendidas com a leitura, ou seja, existem várias maneiras de ler diferentes textos, estes por sua vez são relativos cada um atende a um fim prático, o que significa dizer que o sucesso da leitura depende da seleção do texto, este deve corresponder às necessidades do público leitor tanto em relação ao tema quanto ao que se pretende absorver durante a leitura.

Segundo Angela Kleiman (1989), a formação precária do professor na área de leitura, bem como o desconhecimento dos resultados da pesquisa na área trazem conseqüências negativas para a qualidade do ensino. Uma vez que, é necessário conhecer a problemática para haver a inquietação e conseqüentemente a elaboração de estratégias objetivando mudanças significativas no campo educacional.
Entretanto, é extremamente importante esclarecer que para obtenção de sucesso na leitura o leitor precisa passar por um processo gradativo que deve iniciar na educação informal com a contribuição da família, cabe a esta, portanto, proporcionar as crianças momentos agradáveis demonstrando o quanto a leitura pode propiciar maravilhosas viagens no mundo da imaginação. Certamente o individuo que passa por esta etapa ao ingressar nas series iniciais terá um contato saudável com a leitura didática.



3 METODOLOGIA


Para o desenvolvimento deste projeto será realizada uma pesquisa bibliográfica de caráter indutivo, com o intuito de analisar e verificar a importância que a leitura exerce na vida do ser humano. Com isso, possivelmente constatar os motivos que levaram os alunos da 5ª serie a possuírem dificuldades na leitura. Logo, para melhor desempenho desta pesquisa utilizamos como base de estudos os pensamentos de alguns doutrinadores que por sua vez trazem em seus livros conceitos valiosos acerca do respectivo tema abordado.
No processo de construção deste projeto de pesquisa a primeira etapa foi a escolha do tema a ser pesquisado, uma vez somente depois desta definição é que poderia ser iniciado o processo de buscar auxílios bibliográficos. A segunda etapa a se cumprir foi a delimitação do tema, a problemática e a metodologia. A terceira etapa por sua vez foi à seleção das obras que tratavam do tema de utilidade para o projeto, pois assim teríamos subsídios palpáveis para análise mais profunda do tema. A quarta etapa foi o momento em que fichamos as obras selecionadas com o intuito de compreender o conteúdo com mais facilidade e eficácia. A ultima e prolongada etapa foi a construção do corpo do projeto, sendo que em primeiro instante foram elaborados a justificativa e os objetos gerais e específicos. Logo depois construímos a revisão bibliográfica com base nos fichamentos feitos na 4ª etapa desta pesquisa. Em seguida materializamos a metodologia e por ultimo elaboramos a introdução.



REFERÊNCIAS

ANTUNES, Irandé. Aula de português: encontro e interação. São Paulo: Partábola Editorial, 2003
FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: 29ª edição. São Paulo: Cortez, 1994
KLEIMAN, Angela. Leitura: ensino e pesquisa. Campinas, SP: Pontes, 1989
LAJOLO, Marisa. Leitura em crise na escola: as alternativas do professor. 11ª Ed. Porto Alegre, RS: Mercado Aberto, 1993

6 comentários: